Já é possível sentir os primeiros sinais de recuperação da crise brasileira. Estamos no momento ideal para investir em um negócio rentável — e o setor moveleiro reúne grandes oportunidades! Você gostaria de atender a um público mais seleto e aprender sobre o universo dos móveis planejados? Então veio ao lugar certo!

A linha de produtos é composta por itens com grande potencial de agregação de valor por meio do design, tais como: dormitórios, cozinhas, sala de jantar, estofados, colchões e mobiliário para escritório, escolas, hotéis e hospitais. Isso sem falar do nicho infantil e muitos outros!

No post de hoje, vamos apresentar dados concretos de um segmento que tem tudo para crescer bastante em 2017. Confira a seguir 4 motivos para você investir no setor moveleiro!

1. O setor moveleiro está em crescimento no Brasil

Conforme levantamento do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco (DEPEC), com base em dados da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), em 2015 o setor moveleiro faturou mais de R$ 35 bilhões no Brasil.

Um resultado tão expressivo em plena crise demonstra que a retomada do crédito vai impulsionar ainda mais as vendas. De tudo que foi consumido no país, a produção doméstica responde por nada menos que 95.8%.

O setor moveleiro abrange mais de 18,7 mil empresas, gerando cerca de 320 mil empregos!

2. A demanda é alta

O consumo das famílias deve acelerar em 2017, em razão da demanda reprimida nos últimos anos. Mas o potencial de mercado também compreende o setor público e empresas.

Aspectos importantes como ergonomia e design sustentam a tendência de consumidores de alto padrão, que buscam produtos altamente personalizados. O renomado economista José Roberto Mendonça de Barros ressalta:

“É necessário investir em treinamento, na automação de processos, na inteligência de mercado, em sistemas integrados, na inovação de produtos, na abertura de novos mercados e na visão estratégica para ser capaz de lidar com o novo modelo”.

No Brasil, também é enorme o potencial devido à necessidade de reposição. Comparando a países como Estados Unidos, onde a troca de móveis chega a ocorrer anualmente, podemos ter dimensão das oportunidades a explorar no mercado.

Basta lembrar: quem investe na reforma de qualquer ambiente logo vê a necessidade de adquirir móveis novos que combinem com a decoração.

3. Qualidade e abundância de matérias primas

As principais florestas plantadas estão nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. Seja madeira maciça ou MDF (Medium Density Fiberboard) provenientes de Pinus e Eucalipto, o material representa cerca de 65% nos móveis de escritório e mais de 75% nos residenciais.

O restante é distribuído entre metais, vidro, plástico, tecidos, espuma e couro, além de tinta e outros produtos químicos, como cola.

4. Facilidades para estruturar seu negócio

Muitos empreendedores vislumbram benefícios ao investir em franquias, como expertisemarketing, etc. No setor moveleiro, também existe maior flexibilidade nas parcerias com fornecedores.

O modelo de negócio possibilita ao revendedor ter uma loja exclusiva ou multimarcas. Assim, pode contar com apoio operacional e logístico, além do suporte técnico especializado.

Se você gostou das dicas e quer informações detalhadas para planejar seu investimento, basta entrar em contato por aqui!